A Era da informação e tecnologia móvel

Tempo de leitura: 3 minutos

Não é verdade que quando pensamos em mobilidade, vem em mente a nossa capacidade de locomoção, de ser móvel, livre e que possamos ir de um lugar para outro quando e como quisermos? Essa característica ganha cada vez mais espaço na nossa sociedade. Com toda esta evolução tecnológica dos últimos anos o comportamento do consumidor mudou, e mudou em um ritmo muito maior do que as marcas conseguem acompanhar. Os dispositivos mobile formaram novos comportamentos e hábitos que alteram como as pessoas buscam informação. Com estas mudanças, verificamos que o futuro da humanidade caminha para um mundo cada vez mais móvel, e sem dúvida mais conectado uns com os outros por meio da tecnologia.

 

?pps were ?ump out from your mobile

Hoje com toda a tecnologia existente atrelada com a mobilidade que ganhamos com os Smartphone e tablets conectando-se a Internet, que está presente em quase todos os lugares e em nossas mãos, algumas ferramentas e serviços tiveram que se adaptar como por exemplo os Web Sites e ao novo mercado de aplicativos móveis. Outro fator importante para investir cada vez mais em mobilidade como os aplicativos e sites responsivos (assunto publicado aqui).

O que antes costumava ser uma sessão em frente ao computador, foi substituído por interações fragmentadas que acontecem a todo o momento, pelo celular, tablet, enfim… Nós não ficamos mais online, como antigamente no MSN e outras redes extintas, nós vivemos online. E temos centenas destes momentos todos os dias, olhando o horário, mandando um WhatsApp, ao olhar notícias.

Estamos tão integrados a estas redes que, segundo uma pesquisa recente da Mary Meeker, nós olhamos nossos celulares mais de 150 vezes por dia.

Então aí vai alguns mitos sobre o mobile:

por-que-mobile_articles_01

“O país está na frente da TV”:
– 67% dos que veem TV também assistem a vídeos na web.
– Desses, ¼ vê mais vídeos na web do que na TV.
– 6 em cada 10 espectadores usam o mobile ao mesmo tempo que assistem TV.
– E desses, 7 em 10 prestam mais atenção no mobile.

“Mobile é para ricos e jovens”:
– 62% dos usuários de smartphone têm mais de 25 anos.
– São 48,3 milhões de usuários de smartphone na classe C.
– Quase metade dos internautas possui smartphones.
– A classe C cresceu 204% em menos de uma década. A população total cresceu 10%.
– A classe C movimenta 495 bilhões de reais em renda própria por ano.

“É só para redes sociais e entretenimento”:
– Apenas 28% do tempo é gasto com redes sociais e entretenimento.
– Os outros 72%? Fotos, bancos, mapas, apps de empresas, buscas, e-mail, comparação de preços, compras…

“Sites móveis não têm conversão”:
– 86% dos usuários de smartphone fazem pesquisa de compras no mobile.
– O site mobile é o principal canal para atividades comerciais no celular.

Agora é o momento de repensar em sua estratégia mobile: qual a experiência que você oferece, e como você deseja se comunicar com seus leads?

Te convido para conhecer o Gorila App, uma ramificação da Elede.

Saiba como o Gorila aumentou mais de 1880% a taxa de respostas da Feira Nacional da Soja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *