Saiba como os Sensores podem elevar a experiência na usabilidade de seu aplicativo

Tempo de leitura: 4 minutos

Você sabe o que são sensores, quais são e para que servem? Vamos aprender um pouquinho sobre eles hoje e você saberá responder essas perguntas e entender como o seu aparelho funciona. Vamos lá!

camera

Figura 1. Hardware do sensor da câmera.

O que são sensores?

Sensores são recursos de hardware e/ou software que reconhecem acontecimentos externos, do mundo físico, e transformam em dados e padrões que servem de informação para o seu dispositivo. E esses dados podem ser usados de diversas formas, da informação mais simples, como uma temperatura, a informações complexas envolvendo acelerações e gravidade aplicadas no dispositivo.

Mas como eles funcionam?

Como já mencionado anteriormente os sensores tem a finalidade de entender os eventos físicos aplicados do dispositivo ou até mesmo aproximo a ele. O hardware recolhe as informações e o software especifico do sensor tem a função de interpretar e analisar os dados e transformá-lo em dados em que o aplicativo posso entender e trabalhar de maneira correta com os sensores do seu dispositivo. A figura a baixo demostra o ciclo de funcionamento de um sensor.

screenshot_1

Figura 2. Ciclo de funcionamento de um sensor.

Principais sensores atualmente

Agora vamos conhecer um pouco dos sensores mais utilizados e que estão presentes na maioria dos dispositivos. Porém existem muitos outros além destes, de acordo com o site oficial do Android existem mais de 25 tipos distintos de sensores presentes nos mais variados aparelhos que utilizam esse sistema.

  • Accelerometer: um dos sensores mais usados, presente desde os primeiros dispositivos smart. Esse sensor detecta os movimentos e inclinações aplicadas no seu dispositivo baseado nos eixos x, y, z, considerando ou não a força da gravidade.

acelerometro

Figura 3. Ilustração dos eixos do sensor Acelerômetro.
  • Temperature: estes sensores leem diferentes temperaturas, desde temperatura do processador, temperatura da bateria do seu dispositivo como também a temperatura ambiente ao redor do aparelho.
  • Gravity: detecta a força da gravidade aplicada sobre o dispositivo.
  • Gyroscope: sensor que detecta o giro do dispositivo sobre o próprio eixo. Um bom exemplo do uso desse sensor é o Pokémon Go que o utiliza junto com realidade aumentada para colocar o pokémon na sua tela, você gira a sua câmera, mas o pokémon permanece como se estivesse parado em um lugar especifico, em cima de sua mesa por exemplo.
  • Heart Beat: utilizado para monitoramento de batimentos cardíacos e acompanhamento de sua saúde.
  • Light: sensor que detecta o nível de luminosidade do ambiente e muda o brilho da tela automaticamente por exemplo.
  • Magnetic Field: detecta o campo magnético em torno do seu dispositivo.
  • Proximity: este sensor, como o acelerômetro, está presente desde os primeiros dispositivos smart. Ele tem a finalidade de detectar objetos próximos à tela e calcular essa distância em centímetros. Um dos principais usos é bloquear a tela quando em uma chamada telefônica e o aparelho estiver próximo a orelha, evitando assim interações inesperadas com a tela, inclusive o cancelamento da chamada telefônica.
  • Step Detector: também utilizado em Pokémon Go, esse sensor detecta e conta os passos que você dá enquanto estiver com o dispositivo. Alguns inclusive distinguem caminhada de corrida.
  • 3D Touch: lançado com o Iphone 6S, ele detecta a força com que a tela é pressionada e realiza ações distintas de acordo com a força detectada.
  • Finger Print: sensor biométrico que identifica usuários de acordo com as impressões digitais cadastradas no dispositivo. Usado para aumentar a segurança, ele pode ser usado para desbloqueio da tela ou também usado como autenticação para pagamentos efetuados no dispositivo.

finger-print

Figura 4. Demonstração de sensor biométrico.

Por que aplicações inteligentes usam os sensores do seu dispositivo?

Os sensores disponibilizam enorme quantidade de informações que podem ser utilizadas de muitas maneiras, aumentando a interação com entre usuário, aplicação e o mundo ao redor do dispositivo, tornando assim mais prática e objetiva a experiência ao utilizar determinada aplicação. E como já mencionado, sensores podem aumentar a sua segurança ao utilizar seu dispositivo.

 

Te convido para conhecer o Gorila App, uma ramificação da Elede.

Saiba como o Gorila aumentou mais de 1880% a taxa de respostas da Feira Nacional da Soja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *